últimas notícias

França vence Festival do Atlântico 2011



A empresa francesa Feerie S.A.S foi a grande vencedora da edição deste ano do Festival do Atlântico.
Perante os três concorrentes — Áustria, Ucrânia e França —, o júri acabou por escolher para vencedor o espectáculo “Life ou l´histoire d´une vie” composto por 14 temas, alguns deles bastante conhecidos do grande público, como foi o caso de “Your song” e “El Tango de Roxane” , temas da banda sonora do filme “Moulin Rouge”.


Contudo, e embora o júri tivesso escolhido a França, o público quis que fosse a Ucrânia a vencedora. A votação online que decorreu no site oficial do evento acabou por escolher o espectáculo da empresa LLC “Dance of Fire” (intiulado “The Fires of Ukraine”), tornando-se assim na apresentação piromusical preferida do público.
Ontem, foi a vez de Portugal fechar com “chave de ouro” a edição 2011 do Festival do Atlântico (nas imagens). Uma participação extra-concurso que durante 21 minutos abrilhantou o céu da baía do Funchal e ofereceu à audiência que se juntou ao longo de toda a Avenida do Mar uma autêntica “Noite Encantada” (nome dado ao espectáculo).
Concebido pela empresa HC& Filhos sob uma banda sonora de música “pop” bem conhecida, nomeadamente com temas de Katty Perry, Rihanna, Lady Gaga e Muse, o espectáculo recebeu no final uma forte ovação, não só por ter sido uma empresa lusa a apresentar-se mas sobretudo pela qualidade oferecida.

Mês de Junho com um saldo «excelente» a nível da ocupação hoteleira

Para a secretária regional do Turismo e Transportes, o Festival Atlântico deste ano «correu muito bem, tivemos espectáculos muito bons, com muita inovação e criatividade».
«Julgo que houve qualquer coisa de novo neste festival e já é sem dúvida uma aposta ganha», afirmou a governante, adiantando que, «se formos ver a ocupação hoteleira deste mês, tudo se confirmou, tivemos sempre acima dos 70 por cento em todos os fins-de-semana, o que significa que o mês de Junho vai ter um excelente saldo e é naturalmente uma aposta irreversível no sentido de que este festival é para continuar e é para ir evoluindo e sendo renovado com muita inovação para o futuro».

Sem comentários