últimas notícias

Vento forte afasta cruzeiros do Funchal

O vento acentuado que se tem feito sentir hoje na Madeira levou ao cancelamento de três escalas de navios de cruzeiro. Estava previsto que o Boudicca, o Costa Concordia, o Astor e o Arcadia atracassem.
Apenas o Astor o fez com recurso a dois rebocadores que, demoradamente, conseguiram levá-lo para o interior do Porto do Funchal, quase à cabeça da muralha. Os dois primeiros tinham redireccionado as escalas para outros destinos. O Arcadia ainda navegou ao largo (como se pode ver na imagem) com o piloto a bordo, a aguardar a entrada. Mas acabou por cancelar. Apitou três vezes, deixou o piloto e partiu serenamente para fora e depois para leste.

Devo evidenciar, no entanto, que quando o Arcadia deixou a baía, o vento não era muito acentuado.

Uma nota mais para dar conta que o Volcan de Tijarafe, da Naviera Armas, fez a operação normal do sábado, na sua escala no Funchal. Veio de Gran Canaria e rumou a Portimão. Durante esse período, o Lobo Marinho, que faz as ligações diárias ao Poro Santo, em virtude das condições de tempo para fazer a viagem, tinha ficado no porto. E, para viabilizar as operações do ferry espanhol, tinha atracado mais à frente, regressando ao seu lugar assim que este partiu para o Algarve.

Na saída do porto, e somente no seu interior, o navio espanhol foi acompanhado por um rebocador a bombordo, sem que estivessem ligados por cabo algum.

Quanto ao Astor saiu já noite, com o auxílio de um rebocador e a efectuar uma manobra apertada logo que deixou a Pontinha, sendo notória, nessa altura, uma maior ondulação.

Sem comentários