últimas notícias

"Vá para fora cá dentro" com o Visit Madeira

A secretária regional do Turismo e Transportes sublinhou ontem a importância da nova plataforma digital do projecto Visit Madeira no fomento do negócio das empresas do sector do turismo.
Conceição Estudante falava na abertura da cerimónia de apresentação pública do projecto que, além do carácter pioneiro que apresenta entre os destinos turísticos de todo o mundo, possibilita aos empresários a utilização desta ferramenta, que já está online, para a comercialização dos seus produtos por seu intermédio e igualmente através dos seus sites.

Embora ainda esteja numa versão beta, que saindo da gíria informática quer dizer fase experimental, já conta com cerca de 30 empresas aderentes, segundo revelou Kátia Carvalho, directora-geral da Associação de Promoção da Madeira, que criou e está desenvolver e a comercializar o investimento de 50 mil euros.
Ontem, na apresentação formal ao trade no Funchal, esteve igualmente o director regional de Assuntos Culturais, João Henrique Silva, que poderá potenciar a adesão dos museus à plataforma.

Neste momento, o Visit Madeira apenas abrange quatro concelhos: Funchal, Câmara de Lobos, Machico e Calheta, mas o projecto vai abranger toda a ilha da Madeira e também a do Porto Santo.
Em termos práticos, o projecto inovador de promoção, que opera com base numa tecnologia experiencial 3D, além de estar montado para servir de interface com os agentes económicos no sentido de potenciar os seus negócios, permite a qualquer pessoa “ir para fora cá dentro”. Ou seja, a visão de 360 graus que proporciona de qualquer ponto das duas ilhas do arquipélago, permite que um potencial cliente (ou mesmo alguém que já cá esteve e lhe tenha escapado pormenores) possa “viajar” até ao destino sem sair da sua casa. Pode antever o que é o destino e, dessa forma, programar melhor a sua viagem.
Além disso, na própria plataforma, as empresas que agarrarem mais esta oportunidade para promover permitirão ao internauta encontrá-las com um ícone a partir do qual é possível fazer a reserva, quer seja no hotel, no restaurante ou utilizar os serviços da agência de viagem. Na prática, o projecto prevê um aumento das receitas para o turismo da Madeira.
Isto porque permite levar a Madeira e o Porto Santo a um potencial de 112 milhões de pessoas, que constituem o universo que, todos os dias, procura destinos turísticos na internet e faz reservas online.

Segundo revelou Kátia Carvalho, a presença na plataforma (www.visitmadeira.pt) é mais vantajosa para os associados da AP Madeira, mas pode ser utilizada por qualquer entidade sócia ou não sócia.
Nesse sentido, as empresas interessadas devem contactar a associação, com sede nas instalações da ACIF - Câmara de Comércio e Indústria da Madeira, na Rua dos Aranhas.
Sublinhe-se que, a partir de agora, todos os sites institucionais do Turismo passam a ter um botão com um link para o Visit Madeira que apresenta três línguas: português, inglês e espanhol. Estão a ser preparadas mais duas: francês e alemão.
Por outro lado, estamos perante uma ferramenta que passa a constituir um atractivo nas feiras de turismo e workshops, permitindo uma presença única, tão diferenciada e experiencial que capte a atenção e conquiste o interesse de todos os agentes e operadores.

Sem comentários