últimas notícias

Grupo Pestana reforça Inhaca

Pestana Inhaca Lodge
O Grupo Pestana vai investir nos próximos anos 47,5 milhões de euros em novos projectos em Moçambique, incluindo a construção de um empreendimento imobiliário turístico com um campo de golfe, hotel e moradias na ilha de Inhaca (sul).


O projecto previsto para a ilha ao largo de Maputo é inspirado noutros que o grupo turístico português tem em Portugal (Algarve e Sintra), São Tomé e Príncipe e Brasil, como explicou à Agência Lusa o responsável pelo grupo turístico em Moçambique, Pedro Martins.
«A Inhaca tem vantagens em relação a outros pontos, uma das quais a proximidade em relação a Maputo. Alguém que compre lá uma casa vai ter a oportunidade de a utilizar mais vezes, por exemplo», comentou, especificando que o projecto consistirá em «dividir o terreno existente de 75 hectares e construir casas de qualidade, de forma ´standardizada´».
O empreendimento projectado para a Inhaca, onde o grupo tem já um hotel, prevê a construção de um campo de golfe de nove buracos, com 150 moradias com piscinas individuais e um boutique hotel de 40 quartos. «Achamos que há procura [em Moçambique] para este tipo de projectos. Mesmo antes do próprio projecto ser lançado, temos falado com potenciais investidores que nos têm manifestado interesse», acrescentou.

Até ao final do ano, o empreendimento será objecto de um estudo de impacte ambiental para que em 2009 «o produto possa começar a ser colocado no mercado», adiantou ainda Pedro Martins, especificando que o projecto será construído «de forma faseada» e demorar quatro anos a ser concluído.
Ainda na ilha de inhaca, o grupo Pestana vai investir na duplicação da capacidade (de 40 para 80 quartos) do seu hotel na ilha de Inhaca, na criação de uma zona comercial com marina e um lago e no alargamento da pista aérea, 600 para 1.500 metros.
De acordo com o responsável do grupo em Moçambique, está também prevista para os próximos dois anos a ampliação da capacidade do hotel já existente na ilha de Bazaruto, que passará das actuais 80 camas para 212. «Temos estado atentos a várias oportunidades em Moçambique. Temos alguns projectos em carteira e estamos a estudar locais, nomeadamente aqueles que já provaram», comentou. Além dos hotéis nas ilhas de inhaca e Bazaruto, o grupo tem na capital moçambicana um hotel de quatro estrelas, o Pestana Rovuma hotel, com 120 quartos, centro de negócios e centro comercial.

Em 2007, o volume de negócios destas três unidades foi de cinco milhões de dólares. O grupo emprega 310 pessoas, 98 por cento das quais moçambicanos.

Sem comentários