últimas notícias

Conceição Estudante: "A Madeira soube antecipar"

(foto: Paulo Camacho)
“Cada um de vós contribuiu para a evolução e para o enriquecimento e a consolidação do destino Madeira”. As palavras foram proferidas ontem por Conceição Estudante, secretária regional do Turismo e Transportes, depois de terem sido entregues as 29 medalhas de mérito turístico a entidades e personalidades na Região Autónoma da Madeira. Vinte são de prata e nove de ouro.

Perante um salão nobre do Governo Regional cheio e com a presença do vice-presidente João Cunha e Silva, de quatro secretários regionais e da directora regional do Turismo, a governante realçou que cada um dos medalhados marcou a sua diferença e a sua singularidade no projecto conjunto que “foi a transformação da Madeira num destino de excelência”.

Num destino que diz ser completo e multifacetado e um produto de qualidade reconhecida nacional e internacionalmente.Por isso, revelou que esta iniciativa será para repetir nos anos sequentes. Tal como este ano, integrado no Dia Internacional do Turismo, que se realiza anualmente a 27 de Setembro.
A intenção, sublinha, é homenagear os esforços dos muitos profissionais que “são e serão sempre imprescindíveis para o sucesso do destino”.No grupo dos 29 que receberam a medalha, Conceição Estudante chamou à atenção para o facto de 10 deles terem chegado à Madeira de nove países europeus diferentes. “Chegaram e foram ficando” ao ponto de hoje serem “todo madeirenses de coração”.

O destino Madeira criou o seu espaçoNoutro ponto, a secretária regional evidenciou que o destino Madeira fez o seu percurso. “Criou o seu espaço” e “cresceu”. Além disso referiu que ganhou maturidade e consolidou-se com uma vocação que diz ser inequivocamente europeia. Mais adiantou que em alguns mercados o destino já conseguiu atingir consistência, constância e fidelização, traduzidas numa alta taxa de repetição e num grau de satisfação continuamente elevado.

Em relação aos mercados emergentes da Europa central e de leste sublinha que a Madeira começa a criar imagem. “Em todos se lhe reconhece qualidade”, frisa.Lembrou igualmente que os investimentos do Governo Regional em áreas cuja transversalidade produz efeitos imediatos e directos no turismo “têm sido fundamentais para a criação de melhores condições que permitam o crescimento”. Neste âmbito apontou as infra-estruturas aeroportuárias e portuárias, a rede de estradas e vias rápidas, a aposta no ambiente e na recuperação urbana, a sustentação das actividades educativas e culturais, o desenvolvimento de políticas de integração e de apoio aos mais desfavorecidos e a valorização da pessoa humana.
Realidades que, diz, “acabaram por eliminar progressivamente as grandes disparidades económicas e sociais que existiam há 40 anos e estabeleceram um clima de paz social”.Conceição Estudante aproveitou igualmente a oportunidade para referir que nos últimos dois anos, “soubemo-nos antecipar. Lançámos novos projectos. Investimos, de forma clara e inequívoca em mercados que, de alguma forma, compensassem as quebras dos mercados ditos tradicionais, como foi o caso da aposta no turismo interno e nos países da Europa central e de leste”.Além disso, aponta que o turismo da Madeira requalificou o produto, intensificou a sua divulgação e, sobretudo, “soubemos retirar partido das transformações ocorridas em matéria de transportes, apoiando e dinamizando a maior abertura da Madeira ao exterior e a sua acessibilidade aos mercados”.

Sem comentários