últimas notícias

Hotel The Vine inaugurado

O presidente do Governo Regional inaugurou ontem o hotel The Vine, construído no edifício Funchal Centrum. Trata-se de uma unidade de 5 estrelas que resulta de um investimento privado dos irmãos Norberto e António Henriques, que ascendeu a 18 milhões de euros e que vem criar 80 postos de trabalho.

No seu discurso, após visitar o hotel, Alberto João Jardim principiou por considerar o Hotel The Vine como uma das “maravilha dos mundo”, salientando ser o mesmo “uma magnífica obra de arquitectura”, destacando a assinatura do conceituado Arq.º Ricardo Bofill e também as assinaturas do Arq.º João Francisco Caires e da Arq.ª Nini Andrade Silva.
O chefe do Executivo regional realçou “os conceitos estéticos absolutamente novos” introduzidos nesta unidade hoteleira, onde as temáticas do vinho e da videira são tratadas “em termos futuristas”.
Alberto João Jardim disse ser “fantástica” a obra feita pelos empresários António e Norberto Henriques na Região, sublinhando “ter muita honra em ser amigo” dos dois empresários, pois, realçou, estes “sintetizam um pouco a história do homem madeirense: o homem que vence na vida, o homem que luta, o homem que não desiste, o homem que vai para a frente”.
O Presidente do Governo Regional sublinhou, por outro lado, que a inauguração do Hotel The Vine constitui “um marco na história da arquitectura do país, um marco na história da hotelaria portuguesa” e “algo da maior qualidade que a Madeira passa a possuir, algo do melhor que temos aqui na Região Autónoma”, enderançado “agradecimentos e parabéns aos empresários” António e Norberto Henriques.
Assim, Alberto João Jardim anunciou que “em sinal de reconhecimento” o Conselho de Governo, que ontem esteve reunido, decidiu “que das cinco personalidades que vão ser condecoradas no dia 1 de Julho, Dia da Região, duas delas são o António e o Norberto Henriques”.

Justiça à Madeira de hoje

Antes, e após a arquitecta Nini Andrade Silva ter descrito o projecto do Hotel The Vine, o empresário António Henriques realçou que na concepção do hotel “foi homenageado o Vinho Madeira”, salientando o trabalho de design dos interiores da referida arquitecta, assim como as assinaturas do projecto pelos arquitectos Ricarod Bofill e João Francisco Caires.
António Henriques destacou ser o The Vine membro do Design Hotels, onde, realçou, “todos os pormenosres foram pensados para proporcionar uma experiência única e inesquecível” e o “cenário futurista, pautados por elementos que remetem para o mundo das vinhas e do vinho, resulta num ambiente vanguardista e ao mesmo tempo confortável e acolhedor, que se prolonga até aos espaçosos quartos e suites”.
O empresário sublinhou que “a Madeira de hoje está preparada para tudo e, sem dúvida, preparada para este hotel”, considerando que o Hotel The Vine “faz justiça á Madeira de hoje”.
Realçando que o The Vine “antecipa as necessidades de todas as gerações e targets”, salientou que o turista tradiconal “ainda sabe apreciar um hotel de qualidade no centro da cidade, que o mima, que o cuida, que os faz sentir em casa, com uma cozinha de excepção”.
Assim, António Henriques ssalientou que o The Vine “representa uma Madeira mais jovem, mais luxuosa, mais contemporânea e dinâmica”, além de “representar um investimento em contraciclo, no mínimo arrojado, mas com o objectivo claro de não fazer mais um (hotel), mas sim um que se distinga pela diferença no design, na qualidade e no serviço.”
Por seu lado, o presidente da Câmara Municipal do Funchal disse ser “um prazer” estar presenta na inauguração “de uma belissima peça de design e de modernidade na nossa cidade”.
Miguel Albuquerque salientou ser esta mais uma contribuição “para a transformação da cidade do Funchal numa cidade cosmopolita, moderna, urbana, vocacionada para os serviços, para o turismo, e que satisfaça de uma forma plena a conciliação da tradição, do património com a modernidade”.
Salientou ainda o “grande arrojo, a grande determinação e, sobretudo, a grande coragem” dos empresários António e Norberto Henriques para concretizar o investimento do “Funchal Centrum”, sublinhando que a Câmara Municipal do Funchal “vai continuar a acolher o investimento e as pessoas que disponibilizam o seu rendimento e o seu trabalho na criação de postos de trabalho, na criação de riqueza e, sobretudo, no desenvolvimento equilibrado para a nossa cidade”.

A obra

O Hotel The Vine, construído no edifício multifuncional “Funchal Centrum”, é uma unidade hoteleira de luxo, classificada com 5 estrelas, e é um projecto do Arq.º espanhol Ricardo Bofill em parceria com o Atelier madeirense Caíres e da Arq.ª Nini Andrade Silva, responsável pelo design, dispõe de 57 quartos, 22 suites de luxo, piscina, spa, sala de reuniões para 100 pessoas, restaurante e bar panorâmico. Este investimento, dos irmãos Norberto e António Henriques, ascendeu a 18 milhões de euros e vem criar 80 postos de trabalho.

Sem comentários