últimas notícias

SATA admite mais ligações para o Porto Santo

A Sata admitiu ontem aumentar o número de frequências entre a Madeira e o Porto Santo quando receber o novo avião Bombardier Dash 200, que colocará na linha insular no início do próximo ano. Quem o disse ontem no Funchal foi Ricardo Madruga da Costa, administrador do Grupo Sata, que participou como orador no segundo painel da conferência do Turismo, cujo tema era “Perspectivas do transporte aéreo”.
Não obstante, adiantou que a Sata Air Açores, que tem concessão da linha, está a cumprir as obrigações de serviço público acordadas.
Em matéria de ligações, o administrador teve ocasião igualmente de acentuar a importância que a Sata Internacional tem com a Madeira e, depois de apontar números
revelou novas e reforço de rotas directas da região autónoma para várias cidades europeias. Assim, para além do voo para Dublin, na Irlanda, que arranca este mês, falou do reforço de dois voos por semana para Paris em Julho, a retoma do voo para Zurique, e dois novos voos para Copenhaga e Estocolmo, a começar em Outubro.
Outro orador foi Carlos Paneiro, director de Vendas da TAP, que deixou claro o compromisso da companhia com a Madeira.
O terceiro orador foi John Gran, managing director da ASM Global.
No global do painel, o que se falou centrou-se na importância cada vez mais necessária para que as comunidades locais, neste caso a da Madeira, em pareceria estratégicas público/privadas serem cada vez mais activas.
Além disso, falou-se da mudança de paradigma no negócio da aviação e da consequente necessidade de o reinventar e com a partilha do risco.

Sem comentários