últimas notícias

Pestana Promenade: o 10.º hotel na Madeira

O Pestana Promenade tem uma localização privilegiada
(foto: Grupo Pestana)
Pestana Promenade. Assim se chama o mais novo hotel na Madeira do Grupo Pestana.
Em regime de soft opening desde 23 de Fevereiro, o quatro estrelas foi inaugurado no dia 22 de Maio.

Situado perto do Lido, na Promenade, que se estende até à Praia Formosa, tem uma vista privilegiada para o oceano, com a particularidade de 92% dos quartos oferecerem uma vista relaxante para o mar e o conforto que seria de esperar de um grande hotel.
Dispõe de 237 quartos e suites que oferecem vista para o mar. 110 são de hotelaria tradicional e os restante são para timesharing.
Os quartos e suites do Pestana Promenade encontram-se superiormente equipados destacando-se a televisão por cabo com Pay TV, monitor LCD, cofre digital, acesso à internet, mini-bar e varanda ou terraço.
A nova unidade dispõe, ainda, de dois restaurantes (um temático e um “à la carte”), dois bares (um snack bar na piscina e um cocktail bar), um SPA com quatro salas de tratamento: sauna, banho turco, aromaterapia e sala de relaxamento, uma piscina com múltiplos jactos de água e ginásio; jacuzzi interior e exterior; uma piscina exterior espaçosa de água doce com uma parte aquecida e outra à temperatura ambiente; e uma piscina interior de água doce aquecida.
Feitas as contas, com a abertura do Pestana Promenade hotel, o grupo reforça a sua presença no mercado madeirense, onde detém 10 unidades hoteleiras de 4 e 5 estrelas. No total são 2.667 quartos na Madeira, que equivale ao dobro de quartos sensivelmente.
O hotel representa um investimento do Grupo Pestana no valor de 31,6 milhões de euros.
Na cerimónia de inauguração Alberto João Jardim, presidente do Governo Regional falou do empresário Dionísio Pestana e igualmente da crise. Neste âmbito, evidenciou que quando entra em períodos em que é preciso acelerar mais e começam a pôr uma série de problemas, “digo logo: isto é uma economia de guerra. É para avançar. Acho que passei 30 anos numa economia de guerra e o grande artilheiro foi o Dionísio Pestana”.
O governante evidenciou ainda que deve muito da paz social que se vive na Madeira ao que diz ser a intervenção decisiva de Dionísio Pestana, que “é um homem que tem um grande sentido, tem uma grande compreensão, percebe muito bem o papel da solidariedade social no desenvolvimento das economias”.
Outro orador seria Miguel Albuquerque, presidente da Câmara Municipal do Funchal. Elogiou o papel de Dionísio Pestana, presidente do grupo, pelo seu contributo no desenvolvimento do Funchal, através dos investimentos que tem feito.

Sem comentários