últimas notícias

Murteira Nabo diz que a Madeira tem de encontrar factores bloqueadores

Murteira Nabo disse importante conhecer os factores competitivos do destino
(foto: Ordem dos Economistas)
O presidente da Ordem dos Economistas, Murteira Nabo, desafiou ontem a delegação regional da Madeira, que não se cansou de elogiar, para um novo desafio. Pediu que, numa folha A4, sejam identificados os factores bloqueadores do projecto de desenvolvimento do turismo da Madeira. Isto depois de ter constatado que existem algumas discrepâncias.

Reconhecendo-se um “outsider”, não quis deixar, no entanto, de apontar três pontos que, eventualmente, possam constar da lista: as taxas aeroportuárias, que disse ter assistido a uma grande disparidades de versões; a importância de ter a Sata na criação de um cluster; e, finalmente, a questão das novas rotas e de saber quais os factores competitivos do destino.
Outro orador da sessão de encerramento foi Ivo Correia, presidente da Assembleia Geral da delegação regional. Evidenciou que da Conferência irão sair conclusões que gostaria venham a te continuidade no tempo.
Finalmente, Jorge Costa, presidente do Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo, admitiu que irá demorar cerca de dois anos até o sector do turismo recupere os números de 2008. Recorrendo a dados internacionais, disse que neste momento haverá uma redução, que poderá ver invertida a curva no Verão.
Uma nota final para dizer que, com a redução da oferta de aviões tenderá a assistir-se à redução do fenómeno “last minute”.

Sem comentários