últimas notícias

Mundovip satisfeito com roadshow que terminou ontem na Madeira

(foto: Paulo Camacho)
O Mundovip encerrou ontem no Funchal o roadshow que começou segunda-feira em Lisboa e percorreu as cidades do Porto e de Coimbra. Na capital madeirense terão marcado presença cerca de 250 agentes de viagens insulares.

Feitas as contas, no global das quatro acções no país, o operador turístico conseguiu reunir um número em redor dos 1.500 agentes de viagens, o que deixou Pedro Costa Ferreira, vice-presidente da ES Viagens e principal responsável pelo Mundovip, visivelmente satisfeito. Isto porque se traduziu num incremento das inscrições. Junte-se a este facto os mais de 50 parceiros de negócio que quiseram estar presentes nas iniciativas, desde a hotelaria às companhias de aviação, passando pelas rent-a-car e entidades de turismo.
Por isso, sublinha que as expectativas foram superadas e reveladoras de optimismo nesta conjuntura desfavorável.
Encerrada mais esta etapa, Pedro Costa Ferreira, que ontem viajou para a Madeira, disse que há a sublinhar três mensagens. A primeira é, mais uma vez, a insistência na importância que o Mundovip atribui ao seu único canal de distribuição: os agentes de viagens.
Depois, evidencia a relevância dos parceiros de negócio. E, finalmente, a capacidade do produto Mundovip que, este ano, diz estar mais competitivo, assente na sua grande diversidade.
Refira-se que o roadshow do Mundovip na Madeira, onde tem a maioria do capital do Mundovip Madeira, a acção de ontem no Tivoli Madeira foi aproveitada igualmente para uma primeira apresentação dos programas de Verão para Canárias.
Uma nota final para falar da situação relacionada com a gripe suína, que surgiu no México. Pedro Costa Ferreira diz não afectar o Mundovip que redireccionou a operação das Caraíbas para Cuba.

Sem comentários