últimas notícias

Directos levam 1.500 ao Porto Santo


Está marcado para o dia quatro de Abril próximo o primeiro de nove voos directos semanais entre Lisboa e o Porto Santo, a realizar pela Sata Internacional. Uma operação montada pela Halcon Viagens.
Neste programa, a rede de agências de viagens Halcon, que assume 120 lugares no Airbus A320-200, partilha 45 assentos por viagem com os operadores turísticos nacionais Soltrópico e Terra Minha.
Feitas as contas, entre o dia quatro, um sábado, e o dia 30 de Maio, vão ser disponibilizados 1.485 lugares da capital para a “ilha dourada”, dos quais 1.080 são da Halcon. Para os dois operadores estão vendidos 405 lugares.
Além da diferença de lugares no aparelho, a rede de agências liderada pelo madeirense Timóteo Gonçalves tem a particularidade de vender unicamente uma unidade hoteleira no Porto Santo: o Hotel Vila Baleira. Com preços por semana (a incluir o bilhete de avião ida-e-volta, transferes, sete noites de alojamento no hotel em regime de pequeno almoço, taxas de aeroporto e suplemento de combustível) a variar entre os 299€ e os 499€, aos quais há a adicionar 30€ de despesas de reserva.
Em relação ao Soltóprico, propõe cinco unidades com tarifas por pessoa a incluir o bilhete de avião ida-e-volta, transferes, sete noites de alojamento nas unidades em regime de pequeno almoço, taxas de aeroporto, de segurança e suplemento de combustível e ainda seguro.
Propõe o Praia Dourada, a 389€; o Luamar a 439€; o Torre Praia, a 499€; o Porto Santo com tarifas entre 619€ e 659€; e o Pestana Porto Santo, entre 639€ e 1.289€.
Finalmente, a terra Minha propõe seis unidades com tarifas que incluem os mesmos itens do Soltrópico. Propõe o Praia Dourada, a 387€; o Luamar a 434€; o Torre Praia, a 499€; o Porto Santo com tarifas entre 619€ e 659€; o Pestana Porto Santo, entre 636€ e 789€; e os Apartamentos Paraíso Dourado entre 506 e 511 euros. A estes valores deve adiccionar-se 20€ para despesas de reservas.

Sem comentários