últimas notícias

Atlantic Holidays reduz 30% para a Madeira


O operador turístico Atlantic Holidays reduziu para 2009 a oferta de pacotes para a Madeira na ordem dos 30%, comparativamente ao ano anterior.
João Camacho, director-geral da empresa britânica do Grupo Pestana, especializada nos princiais mercados nacionais, diz que a situação económica no Reino Unido está a deixar os potenciais turistas apreensivos. E os que partem vão para onde o dinheiro lhes proporciona.
Neste âmbito, sublinha que a desvalorização da libra face ao euro não veio ajudar nada numa conjuntura que já em 2008 fez tremer a emissão de turistas para Portugal. Sobretudo para o Algarve. Pelo que aqueles que ainda podem viajar procuram mais os destinos fora da Zona euro, recaindo em escolhas como a Turquia, o Egipto e Marrocos.
Mesmo assim, a Atlantic Holidays tem uma disponibilidade de 450 lugares por semana para a Madeira, provenientes de Inglaterra: Londres (Aeroporto de Gatwick), Manchester, Birmingham, East Midlands e Exeter; das Escócia: Glasgow; e do País de Gales: Cardiff.
Trata-se de uma programação que contempla igualmente o Porto Santo. Um destino para onde o operador chegou a ter o ano passado um voo directo e que acabaria por ser penalizado com a falência da companhia de aviação que o fazia desde Londres: a XL Airways. Para este ano, João Camacho admite vir a ter uma operação semelhante com voos directos de Londres. Diz estar à espera do mercado para avançar ou enveredar pelas ligações aéreas e marítimas via Madeira, estando ciente que se trata de uma opção pouco apetecível para o turista.
Quanto a reforço de promoção do destino Madeira no Reino Unido, sublinha que todas as acções são sempre úteis porque, como realça, “se não se fala, as pessoas esquecem”.

Sem comentários