últimas notícias

Turismo de Portugal esquece Madeira

(foto Paulo Camacho)


O Turismo de Portugal fez uma acção de promoção no primeiro dia de trabalhos do Congresso da APAVT, a 1 de Dezembro, onde o propósito era, nas palavras de António Padeira, director-coordenador da Direcção de Promoção do Turismo de Portugal, incrementar os fluxos de turismo chinês para o nosso país.

por Paulo Camacho
Começou por fazê-lo, mostrando um filme de promoção institucional onde, pasme-se, não tinha qualquer imagem do destino Madeira, que é somente o mais antigo de Portugal. Além de mostrar uma parte do património histórico edificado e valores da cultura, o vídeo insidia muito em Lisboa.

Posteriormente, na apresentação que fez em Powerpoint, que cremos ter sido a mesma que levou para o périplo que fez pela Coreia do Sul e pela China, a acompanhar nos últimos dias o secretário de Estado do Turismo, sempre colocou uma ou outra imagem do destino Madeira misturadas com outras de todo o país. Contudo, quando falou das regiões do país, Lisboa voltou a levar com as honras da casa. Quando “passou” pela Madeira, disse, simplesmente que era uma das regiões autónomas de Portugal, composta por duas ilhas.

Os Açores teriam mais “sorte” já que, além de não ser apenas uma das regiões autónomas nem de classificar o destino pelo número de ilhas, deu a tónica da oferta de natureza que dispõe.

É caso para dizer que se é esta a mensagem que se passou da Madeira nas viagens promocionais em Seul, Xangai e Pequim, bem podermos esperar sentados por turistas destes dois mercados.

Sem comentários