últimas notícias

A prova dos 300

O melhor que temos no país para oferecer é o turismo e a gastronomia. Pelo que há que tratá-los muito bem. Quem o diz é Mário Luís, da Mega Sensus, que realiza na próxima semana no Funchal, entre os próximos dias 21 e 23, a primeira edição do “.
Neste sentido, diz que o evento que irá decorrer no Centro de Congressos da Madeira pretende ser uma aposta clara na qualidade: do vinho que vai estar em exposição e para prova, e igualmente a componente gastronómica, já que contará com a presença de reputados chefs de cozinha de grandes hotéis e restaurantes da Madeira, que terão oportunidade, através de um “show-cooking”, de mostrar o que de bom se faz nas respectivas unidades.
Quanto ao vinho, que é o foco principal da iniciativa, vai ter à disposição de quem lá for cerca de 300 néctares diferentes de 50 produtores de todo o país, que representam todas as regiões vitivinícolas: Algarve, Alentejo, Douro, Dão, Vinhos Verdes, Porto, Madeira, Estremadura e Setúbal. Alguns já estiveram na Madeira e outras fazem-no pela primeira vez.
Em média, cada produtor terá cinco vinhos diferentes. Mas existem alguns com 12.
Com entrada livre (os menores de 16 anos podem ter acesso, quando acompanhados de um adulto, mas estão impedidos de beber bebidas alcoólicas), quem for ao evento pode provar o que bem entender, embora se aconselhe moderação.
O único custo, simbólico, é a compra de um copo adequado para provas, com um custo unitário de quatro euros.
O mesmo irá acontecer com os pratos confeccionados, que poderão ser provados.
Com a casa montada para esta edição, Mário Luís adianta desde já que a iniciativa é para repetir nos próximos anos. Vai mais longe ao afirmar que pretende colocá-lo na agenda nacional deste tipo de eventos e que já tem a segunda edição bem composta. Não só por produtores que vão estar presentes este ano, como igualmente de outros que não poderam estar na Madeira este ano devido a compromissos de outra natureza.
Por isso mesmo, diz que o Wine & Spirits Madeira, é um evento para marcar o panorama vínico na Região Autónoma da Madeira.
Resta acrescentar que a iniciativa conta com o apoio institucional do IVBAM - Instituto do Vinho, Bordado e Artesananto da Madeira.

Sem comentários