últimas notícias

Mundovip Madeira promove com a Sata




Luciano Jardim faz balanço positivo de 2008
O Mundovip Madeira está satisfeito com o desempenho em 2008. Segundo revela Luciano Jardim, director-geral do operador turístico madeirense, as vendas têm sido melhor do que o esperado, num ano em que se falou de crise, e onde subsistiram quebras nas vendas em alguns operadores.

Em relação à operação que constitui o “core business” das vendas do Mundovip Madeira, as ilhas Canárias, diz que, até ao momento, têm-se revelado superiores às do ano passado em cerca de dois por cento. E vai mais longe, acentua que já está ultrapassado o orçamento estipulado para o fim do ano.

Para este destino, não esconde que a grande sensação foram as viagens marítimas semanais, com o “Volcan de Tijarafe” da Naviera Armas.
Tirando este destino tradicional de férias para os madeirenses, Luciano Jardim diz que houve igualmente crescimentos em destinos como a Tunísia e nos circuitos europeus.

Em relação ao Brasil, admite que houve alguma saturação do destino, mas acredita que é um destino com potencial. E, agora, durante o Inverno Iata, com a particularidade dos programas oferecidos serem feitos nas linhas regulares da Tap Portugal.
Para este mesmo Inverno, o operador madeirense estabeleceu uma parceria com a Sata para viagens para Lisboa e Porto Santo, até 29 de Março de 2009.
A operação para a capital assenta em duas propostas: uma é a venda de um pacote de cinco viagens, a comprar no momento, em qualquer agência de viagens, para as quais o cliente pode usá-las ou optar que sejam feitas por cinco pessoas diferentes, cujos nomes e datas de viagem tem de fornecer no dia de compra. O pacote custa 700 euros, aos quais haverá a retirar 300 euros no final das viagens, devido ao subsídio de compensação de residente, que é de 30 euros por trajecto (que pode ser recebido no final de cada viagem em qualquer estação dos Correios, quer seja na Madeira, no continente, ou noutro ponto do país).

A outra proposta do Mundovip Madeira é um pacote que inclui a viagem de avião e duas noites de hotel. Tem um custo de 200 euros, aos quais há a retirar os 60 euros do referido subsídio. Conforme explica Luciano Jardim, esta viagem não tem de balizar-se às noites de hotel, pelo que o cliente pode viajar, ficar hospedado as duas noites, viajar pelo país, e ficar onde bem entender, e, depois, regressar. A juntar a estas promoções, o operador dispõe de outras para Canárias, com preços a partir de 190€, incluindo viagem de avião, alojamento e tranfer.
Para os feriados de Dezembro haverão operações charter de três noites, com preços a começar nos 208€ para Gran Canaria, e de 244€ para Tenerife Sul.
Além de toda a programação Mundovip, o operador madeirense destaca ainda a oferta para o Algarve, através da viagem semanal do navio da Naviera Armas, com preços a partir dos 230€.

Sem comentários