últimas notícias

Jovens sinalizam percurso para turistas

João, Tiago e Marcelo. São três nomes de adolescentes madeirenses que decidiram retirar algum tempo das suas brincadeiras e preenchê-lo com o gesto nobre de colocar placas de sinalização numa parte da levada dos Tornos. O facto de se aperceberem de alguma dificuldade dos turistas em encontrarem o rumo desejado para as suas caminhadas fez-lhes deitar mãos à obra e colocar no terreno as indicações correctas.
Ou seja, ao verem a falta de sinalização do percurso resolveram, eles próprios, elaborar, de forma algo rudimentar, uma identificação para as placas. No fundo, e num gesto natural e despropositado, conseguiram não só despertar consciências como, também, demonstrar uma preocupação que deve servir de exemplo a toda a sociedade madeirense.
Foi um gesto que mereceu por parte de Conceição Estudante, secretária regional do Turismo e Transportes o reconhecimento público. Por isso mesmo, a governante, sensibilizada e também por querer realçar a importância destas atitudes conscientes, franqueou as portas do seu gabinete e recebeu-os quinta-feira.
De forma simbólica, homenageou a preocupação demonstrada pelos adolescentes, com idades compreendidas entre os 8 e os 15 anos. Além de os receber, entregou pequenas lembranças do Turismo da Madeira, conforme documenta a imagem.
No fundo, considera que são pequenas grandes atitudes que devem ser alimentadas, suscitadas e louvadas publicamente. E, numa região onde todos devem assimilar atitudes conscientes para o reforço de sermos um destino turístico de excelência, a governante espera que outras mais surjam.
O exercício de uma cidadania responsável e o desenvolvimento de uma consciência pública despertam, desde logo, na infância e na adolescência.
Conceição Estudante sublinha que a preocupação com os outros e com a imagem que se passa a quem nos visita é algo já comum na sociedade madeirense. Não obstante, evidencia que, por vezes existem gestos que merecem uma atenção especial, por serem talvez mais raros e inesperados do que os restantes. Raros mas fundamentais. Gestos que devem ser incentivados porque demonstram, efectivamente, aquilo que mais nos diferencia em termos de destino turístico e que é, precisamente, o envolvimento directo e pró-activo da população e a preocupação desta com o bem-estar e a segurança dos turistas que nos visitam.

Sem comentários