últimas notícias

I Painel - Ambiente: factor estratégico

O primeiro painel do II Congresso Anual do Turismo teve como tema “Ambiente - Factor estratégico”.
O orador convidado, Viriato Soromenho-Marques, falou do “Turismo: ambiente factor estratégico”. Na sua demorada exposição falou de três modelos de turismo: de massas, acidental e diferenciador, onde não teve dúvidas em afirmar que a Madeira se enquadra, naturalmente, no último.
Neste âmbito, sublinhou que os valores ambientais da Madeira são por demais relevantes que permitem que seja a sua verdadeira identidade não só no conjunto das regiões da Macaronésia como no contexto europeu.
Não obstante, referiu que a Madeira tem de saber que, se queremos manter a qualidade do destino, temos de saber encontrar o ponto-chave e dizer basta.
Viriato Soromenho-Marques falaria ainda de um estudo feito na Madeira acerca do ambiente como factor estratégico onde se questionava o turista as razões da preferência pela ilha como destino Turístico. Paisagem (33,8%), Clima (18,9%), flores (13,4%) e natureza (8,6%), beleza da ilha (4,6%), passeios a pé (4,3%) e vegetação/botânica (3,7%) são itens definidores que dizem tudo.
O especialista em questões ambientais diria ainda que na Região Autónoma da Madeira, o desenvolvimento sustentável tem condições para não ser um mero slogan retórico, mas sim a base de convergência de políticas públicas e o quadro de referência para investimentos públicos e privados no longo prazo. Sempre tendo em linha de conta a dupla vertente da política ambiental: boa gestão corrente do território e a adaptação às alterações climáticas.

Sem comentários