últimas notícias

Vêm aí os russos directos de Moscovo

Começa no próximo dia 3 de Agosto uma operação directa do mercado russo para a Madeira. Segundo revelou ontem ao Jornal da Madeira Paulo Faria, director regional do Turismo, estão previstas 10 rotações, uma por semana, a última das quais a 5 de Novembro.
Mais, o governante admite que, numa primeira fase, possa haver alguma continuação, fruto do trabalho que irá ser feito para conseguir prolongar as operações. E, numa segunda fase, a intenção é que possa manter a operação o ano inteiro.
Para já, o que se sabe é que os voos directos de Moscovo para a Madeira, serão feitos num Boeing 737, de 120 lugares, da Gazprima.
Estão programadas saídas da capital russa nos dias 3, 13 e 24 de Agosto, 3, 14 e 24 de Setembro, e anda 5 e 15 e 26 e no dia 5 de Novembro.
A saída de Moscovo está prevista para as 9.20 horas e o regresso será às 22 horas.
Feitas as contas, se os aviões vierem cheios, no final, terão passado pelo destino 1.200 turistas russos.
Segundo Paulo Faria, a operação é partilhada em 50% pelos operadores russos Quinta Tour e Interunion. Os dois dividem o risco de uma ligação adiada desde o ano passado e que, só em Janeiro do corrente ano foi desbloqueada quando o Turismo da Madeira, em colaboração com o AICEP em Moscovo, conseguiu encontrar um parceiro para a Quinta Tour numa acção promocional na Rússia.
Mais adianta o governante que, a partir de agora, com o programa definido, vai ser intensificada a promoção em Moscovo, para onde serão canalizados 50 mil euros. Conta com a colaboração dos operadores e da delegação da AICEP, que, como diz, conhece os canais adequados.
Em jeito de remate, podemos referir que o Boeing 737 da Gazprima está dividido em duas classes: turística, com 100 lugares, e executiva, com 20.
Tal como em toda a operação, a Quinta Tour e a Interunion, dividem a lotação do aparelho construído nos Estados Unidos da América.

Sem comentários