últimas notícias

Madeira lidera crescimento de passageiros da TAP

(foto Associação de Hotelaria de Portugal)
O que representa a linha da Madeira no contexto de todas as rotas da TAP?
Carlos Paneiro — A rota da Madeira é extremamente importante para a TAP. Tem grande densidade de tráfego. Posso-lhe dizer que na linha Lisboa-Funchal, foi onde transportámos mais passageiros no primeiro semestre de 2008. Com cerca de 271 mil passageiros.
Não é por acaso que temos o maior número de frequências diárias...

... que são para manter e aumentar nas alturas de pico, como o Verão e o Natal e Fim-de-Ano...
A estratégia da TAP é manter o que tem feito que é manter o número de frequências que temos e fazer os reforços nas alturas de maior procura, como o Verão, a Páscoa, o Natal e a Festa da Flor.
É assim que olhamos para a rota e faremos os ajustamentos que entendermos necessários.
Que outras linhas se aproximam do fluxo para a Madeira?
Temos, por exemplo, as linhas Lisboa-Porto, Lisboa-Londres, Lisboa-Paris, Lisboa-Madrid e Lisboa-Barcelona.

Qual tem sido a ocupação média dos aviões na linha da Madeira?
De Janeiro a Abril tivemos uma ocupação acumulada de 63%. É uma linha que, normalmente, apresenta um “load” factor entre 60% e 70%.
Só para terminar. A TAP ganha ou perde dinheiro na linha da Madeira?
[risos]. O importante para a TAP é ganhar dinheiro na sua rede...

... poderá perder numa e complementar com ganhos de outra...
Exactamente. Temos uma estratégia directa em ligarmos todos os voos. Temos tráfego ponto a ponto e tráfego de ligação. O fundamental é ter uma rede que seja rentável e que a empresa seja rentável.
Mas, infelizmente, neste momento, estamos a viver um drama muito forte devido ao preço do combustível, que estava fora de todas as previsões e que está a afectar de forma muito negativa os resultados deste ano.
Neste quadro, face ao preço do combustível, é difícil qualquer rota dar lucro. Tudo depende de um conjunto de variáveis que vão definir se temos lucro ou prejuízo e, consequentemente, cada rota ter o seu próprio resultado.

Sem comentários