últimas notícias

Porto Santo incentiva empresários

Os empresários que reinvestam so seus lucros no Porto Santo vão ter um benefício na taxa na ordem dos 15 por cento%. Esta proposta de benefícios fiscais será apresentada brevementes aos empresários.
A revelação foi feita pelo vice-presidente do Governo Regional, Cunha e Silva, que admite a possibilidade de aumentar os benefícios futuramente.
Segundo o presidente da Câmara Municipal do Porto Santo, Roberto Silva, os 250 milhões que estão a ser investidos neste momento compensam o investimento que foi feito nos últimos seis anos pelo Governo Regional, pela edilidade e pela Sociedade de Desenvolvimento do Porto Santo.
A imprensa da Madeira dava conta por estes dias que o poder de compra do Porto Santo era, em 2005, de 124% da média nacional, o que o colocava na 15.ª posição dos concelhos mais ricos do país.
Mais se lê que a subida da ilha na tabela iniciou-se especialmente a partir de 1995, ano em que o poder de compra dos portossantenses não ultrapassava os 46% da média nacional. Cinco anos mais tarde, já era de 78% dessa média. Em 2004, ultrapassou a média nacional em 10% e, apenas um ano depois, a distância já era de 24 pontos percentuais.
Naturalmente que estas percentagens tiveram também reflexos na posição que o Porto Santo passou a ocupar no “ranking” nacional do poder de compra concelhio. O investimento feito no Porto Santo fez o concelho passar do 171.º lugar para o 15.º, em apenas uma década.

Sem comentários