últimas notícias

Pestana Carlton Madeira "renasce"




O Pestana Carlton Madeira recomeçou no dia 28 de Feveriro a receber os primneiros clientes, depois de alterar complemente as fachadas do edifício, de um lado e outro, e de ter efectuado algumas alterações em áreas mo a piscina junto ao Farol e introdução de um novo restaurante panorâmico nesta área.
As zona públicas (hall de entrada, recepção, escadarias, mezzanine, restaurantes e bares) foram redecoradas em sintonia com o novo visual do hotel.
Entre os novoz clientes, uma nota para um casal especial para a unidade, repetente mais de setenta vezes.
Na Madeira de férias por 15 dias, depois de uma semana passada no Pestana Casino Park Hotel, quiseram estar no “seu” hotel assim que ficou pronto para voltar a acolher turistas. E lá estavam, no seu quarto habitual, com uma localização privilegiada, num dia banhado de sol, enquanto o director do primeiro hotel do Grupo pestana, Sidónio Freitas, e mais dois quadros do grupo, recebia os jornalistas dos media da Madeira, precisamente para mostrar renovado o cinco estrelas.

Inaugurado em 1972 com a marca Sheraton, que ficou com a gestão do edifício erguido por Manuel Pestana, pai do presidente actual do Grupo Pestana, passa para as mãos do filho, Dionísio Pestrana, em 1990, altura em que o denomina Carlton Madeira.
Foi o pontapé de saída do grupo que é hoje o maior da hotelaria portuguesa e que já está presente em vários continentes.
Com a reabertura de ontem, coloca-se ponto final nas obras globais de remodelação, que, numa primeira fase, envolveu a mexida global nos quartos. Dos 375 originais quarts e suites, passou para os actuais 287 quartos e suites, dotando-os de áreas mais espaçosas. Alguns têm áreas de de 56 m2.
Nesta fase foram investidos 12,5 milhões de euros. Na segunda, agora finalizada, o grupo gastou mais 5 milhões de euros.
Quanto ao resultado final, sobressaem as fachadas com grande transparência, resultando num edifício que rompe completamente com o visual anterior, dando-lhe um ar moderno e atraente.









Sem comentários