últimas notícias

Efeitos das low cost



O Diário de Notícias - Madeira fez as contas e verificou que as sete companhias low cost com ligações directas de nove aeroportos já transportaram para a região autónoma cerca de 3 mil passageiros.
Uma parte está com uma semana de operação. Outras têm dias. Por isso, estes números valem o que valem e não permitem estabelecer qualquer comparação com o ano anterior, no sentido de apurar se houve um ganho real de turistas ou transferência. Permitem sim saber que, no conjunto, as companhias passaram a oferecer mais lugares
Segundo o jornal madeirense, a média tem sido de aproximadamente 150 passageiros por cada voo para a Madeira, que se traduz numa taxa de ocupação média de 84% dos lugares que as companhias colocaram no mercado.
Em relação à easyJet, e ainda recorrendo ao texto do referido matutino, na primeira semana de operação, a companhia trouxe 1.747 passageiros. Destes, cerca de 2/3 (1.162 para ser mais preciso, ou 67%) embarcaram no aeroporto londrino de Stansted.
Traduz uma taxa de ocupação de 93,3% em relação aos 1.872 lugares que colocou à venda
No sentido inverso, a taxa de ocupação dos voos é mais baixa, na ordem dos 53%. A companhia transportou 990 passageiros, tendo a particulariade de, nos últimos voos registar ocupações acima dos 80%.

Sem comentários