últimas notícias

Riso - Risottoria del mundo abre no Funchal

Um dos espaços do restaurante com o mar mesmo ali ao lado
(foto: Riso)
Riso – Risottoria del mundo. Assim se chama o novo restaurante a abrir hoje no Funchal com um conceito inovador a nível de gastronomia. Um conceito assente num receituário rico em arrozes de todo o mundo que proporciona uma oportunidade para saborear diferentes tipos de cultura de arroz, aliados a ingredientes de grande qualidade, acompanhados, guarnecidos ou meramente complementos de pratos.

por Paulo Camacho

Trata-se de um novo restaurante onde vão estar presentes nos menus uma carta variada baseada no arroz, com sabores chineses, indianos, portugueses, italianos, mediterrânicos…
Implantada num local privilegiado da cidade, junto ao miradouro da “Barreirinha”, o novo restaurante resulta num espaço multicultural modernista com a assinatura do arq. Leo Marote. Utilizando materiais nobres, atribuiu ao lugar o requinte que permite satisfazer o desejo dos promotores de proporcionar o prazer de viajar pelos sabores do arroz.

Em relação ao conceito do restaurante, acaba por ser a evolução natural de uma paixão que o reputado chef Fausto Airoldi (actual chefe de cozinha do Casino de Lisboa) nutre pelo arroz. Uma paixão que o levou a estudar nos últimos dois anos com mais profundidade este milenar cereal. E que haveria de encaixar no desejo de um empresário madeirense que o procurou há cerca de um ano e meio no sentido de o ter como consultor e de abrir com ele um restaurante na região autónoma. Do outro lado ouviu o chefe dizer que tinha o projecto do arroz em “lume brando”. Trocaram ideias. Em pouco tempo estavam a desenvolvê-lo. Desta forma nasce o projecto que evolui para um franchising, no qual Fausto Airoldi é master-franchise e os promotores da Madeira têm o franchising. Daí que, depois da ilha o processo vá evoluir para o resto do país, em cidades como Lisboa e Porto, e para o mundo. Neste processo, contou com o contributo da consultora internacional Barbadilho, especializada na criação em sistemas de franchising. O Riso Sobre o Riso, o chefe começa por deixar bem claro que é um restaurante destinado a uma gama média, média/alta. Longe de ser um “fast-food”. Por isso realça que nunca vai estar em centros comerciais. É para ser um restaurante “onde possa transmitir o que sei fazer e onde se proporcione a alegria de comer bem, num local confortável e aprazível”. Diz que vai ser um restaurante temático sem o ser na sua essência. “Não é chinês, italiano ou indiano. Antes uma viagem pelos arrozes do mundo. Acredito que é um projecto diferente que assenta na qualidade agregada a um cereal milenar e que hoje, mesmo na alta cozinha, o arroz está muito bem visto”, sublinha. Na prática, salienta que serão feitos arrozes que não se podem comer em mais lado nenhum. No caso concreto do Riso da Madeira, que terá uma multiplicidade de pratos que serão ajustados anualmente, por ser na ilha, terá, por exemplo, um “Risoto lima com peixe-espada e banana”. O restaurante na Madeira vai estar aberto todos os dias para almoços e jantares. Conta com 16 novos postos de trabalho e dispõe de 70 lugares: 45 na esplanada, com vista privilegiada para o mar, e 25 no interior. A experiência do chef O chef Fausto Airoldi tem mais de 20 anos de carreira. Já passou por alguns dos melhores projectos no continente, desde a Gare Marítima, Bohemia… Esteve na abertura do Madeira Regency Palace, no Funchal. Foi também chefe executivo da Quinta do Lago, quando era um dos melhores hotéis do país, e esteve no restaurante Bica do Sapato, em Lisboa, durante quatro anos, antes de estar à frente da área de restauração do Casino de Lisboa.

Sem comentários