últimas notícias

“Air Luxor” quer regressar com novo nome e conceito de low-cost

Um avião da Air Luxor no Aeroporto da Madeira
(foto: Paulo Camacho)
A Air Luxor quer voltar a voar para a Madeira. Depois de terminar em Janeiro do corrente ano as operações regulares que tinha desde o Continente em Janeiro.

A ideia é ter os aviões na ilha já em Dezembro, com uma ligação de manhã e outra à noite. Nessa altura, os Airbus A320 surgirão com duas novidades. A primeira será a nova designação adoptada: “Fly3x2.com”. E, a segunda, o conceito que norteará o negócio da transportadora, ser uma low-cost.
A Air Luxor planeia voltar a voar para a Madeira a partir de Dezembro. Nessa altura, os aviões Airbus A320 terão outro nome na fuselagem: “FLY3x2.com” . Com novos donos, a transportadora, que deixou de voar para a ilha, repentinamente, em Janeiro do corrente ano, ainda nas mãos do Grupo Mirpuri, deverá voltar aos céus do arquipélago com um novo conceito. O Longstock Financial Group, que adquiriu a companhia, vai transformá-la numa low-cost.
Segundo uma fonte da empresa, «a Madeira é uma opção nas rotas “low cost” da Air Luxor, a partir de Dezembro e com vários voos diários». Sobre esta matéria, realça que, em princípio será com duas rotações, uma de manhã e outra à noite.

Hotel na Madeira

A empresa revela ainda que é intenção da companhia apostar na Madeira como destino turístico, concretamente com charters com pacotes turísticos.
Por isso mesmo, adianta a fonte, o grupo está interessado em ter um hotel no Funchal, que «deverá ser de quatro ou cinco estrelas».
Quanto à nova designação da transportadora do Longstock Financial Group, e, na sequência da reestruturação do grupo de empresas do universo “Air Luxor”, “Fly3x2.com”, tem já o respectivo domínio de internet assegurado. Uma consulta àquele endereço mostra o seguinte, em inglês: “Welcome To:fly3x2.com. This Domain is Reserved - Web Site is Coming Soon”. Ou seja, dá as boas vindas ao Fly3x2.com. Diz que este endereço está reservado e que a página web surgirá em breve.

Os voos de Verão

No âmbito do plano de negócios a implementar, o grupo conta, dentro em breve, proceder à divulgação de informação adicional relacionada com a “Fly3x2.com”.
Relativamente às operações charter da Air Luxor para o próximo Verão IATA, tem como objectivo os seguintes destinos: Antigua; Cancún; Punta Cana; Caracas; Fortaleza; Natal; Salvador; Sal; Las Palmas; Tenerife; Lanzarote; Ibiza; Hurghada; Dubai; Maldivas e Toronto.
Sobre a Air Luxor STP revela que vai retomar, brevemente, os voos, à partida de S. Tomé.
Fonte da empresa recorda que a Air Luxor decidiu suspender os voos para a Guiné-Bissau e S.Tomé e Princípe por razões de ordem financeira e para reestruturar a empresa em termos de organização interna.

Diversificar investimentos

Neste momento a Air Luxor «encontra-se em condições» de iniciar os voos para S.Tomé e Guiné-Bissau novamente, aguardando a autorização das autoridades locais destes dois países africanos.
Recorde-se que a Air Luxor foi comprada em Julho de 2006 pela Longstock, empresa de capitais privados, que funciona em “private equity”.
Nesse sentido tem vindo a analisar novos investimentos na área da aviação, bem como no turismo e indústria.
É neste âmbito que os objectivos da Longstock, até ao fim de 2007, são deter 10 hotéis em Portugal, construir um hotel de cinco estrelas em S.Tomé e Princípe e um outro no Brasil.
A aposta da Longstock será, sobretudo, África e Brasil.
Quanto a novos investimentos, a Longstock está interessada em novas áreas de negócio em Portugal, nomeadamente na indústria.
O sector do aço é visto com bons olhos, já que existem em termos internacionais grandes concentrações neste sector.
Quanto ao investimento em África, a Longstock pretende através da Air Luxor, colmatar algumas lacunas nas ligações dentro do continente africano.

Sem comentários