últimas notícias

Mundovip explica o sucesso da operação desde o continente

Pedro Costa ferreira: "Tem havido uma evidente progressão da nossa quota, nos últimos dois anos"
(foto: Paulo Camacho)
O Mundovip adora trabalhar com o destino Madeira. Por esse facto, o vice-presidente da Comissão Executiva da ES Viagens, Pedro Costa Ferreira, explica uma das grandes razões do crescimento do operador turístico em relação ao mercado local, na venda de pacotes de férias desde o continente.
Em termos práticos, o mercado da ilha representa 6% do total dos seus destinos.


Pedro Costa Ferreira deixa bem claro que a Madeira constitui um dos principais destinos do Mundovip. Por isso mesmo, dedicou uma brochura exclusiva para o destino que está a crescer 57%.
O vice-presidente da Comissão Executiva da ESViagens, Pedro Costa Ferreira, considera que o crescimento do fluxo de turistas à partida do continente para a Madeira nem sequer se aproxima dos números alcançados pelo Mundovip, operador turístico do grupo. Neste sentido, sublinha que tem havido, nos últimos anos, da parte do Mundovip um trabalho metódico, decorrente de uma aposta constante, que «está a dar os seus frutos, tendo havido uma evidente progressão da nossa quota, nos últimos dois anos».
Acrescenta que o operador apresenta uma oferta global, a preços competitivos. «E o mercado, julgo eu, entendeu que quando vai para a Madeira com o Mundovip vai com um operador que adora trabalhar este destino».
Em termos de crescimento da operação Mundovip a partir do continente, para a Madeira e para o resto do mundo, adianta que o acumulado a Agosto deste ano, é de 18%, comparativamente a igual período do ano anterior. Neste sentido, com a subida de 57 por cento verificada em relação às viagens para a Madeira, «rapidamente percebemos que o crescimento do destino Madeira é muito mais agressivo do que o crescimento médio do Mundovip».
Sobre o destino Madeira, Pedro Costa Ferreira não esconde que «é, sem dúvida alguma, um dos nossos principais destinos, representando actualmente cerca de 6% do nosso volume de negócios». Complementa que se pensarmos que a Madeira, em comparação com destinos de longo curso, «apresenta um preço médio inferior, melhor constatamos como é importante esta percentagem de 6%».

Mundovip Madeira
Em relação ao Verão do Mundovip Madeira, o administrador do Mundovip diz que a época foi, sobretudo, atípica. «Foi muito influenciada pelo Campeonato do Mundo de Futebol na Alemanha, que prendeu as pessoas a casa e aos televisores». Neste sentido, refere que, atendendo a que o campeonato do mundo "entrou" por Julho dentro, o arranque do Verão «foi muito difícil».
Não obstante, sublinha que, perante toda esta atipicidade, a “performance” do Mundovip «só pode ser considerada francamente encorajadora».
O operador Mundovip acaba de lançar a brochura Outono/Inverno, dedicada ao arquipélago da Madeira.
O número de passageiros transportados para a Madeira, acumulado a Agosto cresceu 57% face a período homólogo do ano passado. Prevê-se que em 2006 o número ultrapassará largamente os 10.241 passageiros transportados em 2005. Os números demonstram que o destino Madeira é uma aposta para continuar e para reforçar.
Ao contrário do que é a tradição do operador, o novo folheto é dedicado integralmente às ilhas da Madeira e Porto Santo. Nos Invernos anteriores, o operador da Espírito Santo Viagens editou uma brochura que juntava os destinos Madeira e Açores.
O novo folheto integra já o novo layout dos folhetos Mundovip, que vigorará ao longo deste Outono/Inverno e Verão 2007.

Operador atinge os 100 mil só em 2006
O Mundovip, operador turístico da Espírito Santo Viagens e da Sonae Turismo, ultrapassou já em Setembro a barreira dos 100.000 passageiros viajados só em 2006.
É a primeira vez que o Mundovip atinge os 100.000 passageiros num ano, número que assume maior relevância por ter sido atingido a quatro meses do final do ano, ilustrando o crescimento sustentado que o Mundo Vip tem conhecido nos últimos anos e concretamente ao longo de 2006.
O operador regista um crescimento no seu volume de negócios de 18% se analisadas as Vendas acumuladas até ao final do mês de Setembro.
Pedro Costa Ferreira, administrador do operador turístico, considera que «uma vez que o Mundo Vip utiliza como canal de distribuição em exclusivo as agências de viagens, não podemos deixar de associar ao nosso bom desempenho todos os agentes de viagens que ajudaram a atingir este número».

Sem comentários