últimas notícias

Dionísio Pestana diz que empresas autónomas fortalecem unidade do Grupo

O empresário Dionísio Pestana
(foto: DR)
O presidente do Grupo Pestana explica como funciona a estrutura de empresas que lidera. Cada empresa está preparada para um crescimento dinâmico e estruturado, funcionando como unidade autónoma no respectivo mercado, mas, ao mesmo tempo, cooperam umas com as outras.

Esta é a estrutura da Grupo Pestana SGPS, que o presidente, Dionísio Pestana refere que graças a estruturas bem estabelecidas, áreas de competência claramente definidas, valores colectivos e uma colaboração eficiente, proporciona uma base consistente para consolidar ainda mais as já sólidas posições de mercado de cada uma das empresas e conduzir o grupo, no seu todo, ao sucesso
Graças a estruturas bem estabelecidas, áreas de competência claramente definidas, valores colectivos e uma colaboração eficiente, o grupo empresarial proporciona uma base consistente para consolidar ainda mais as já sólidas posições de mercado de cada uma das empresas e conduzir o grupo, no seu todo, ao sucesso. Quem o diz é Dionísio Pestana, presidente do Conselho de Administração do Grupo Pestana, traduzindo a forma como está articulado o Grupo Pestana.
O empresário explica que as empresas que fazem parte do Grupo Pestana estão organizadas pelas áreas de negócio referidas por áreas operacionais. São elas a Madeira, o Algarve, Grande Lisboa e Porto, América Latina e África.
«Cada empresa, com os seus próprios trunfos e áreas de especialização, está preparada para um crescimento dinâmico e estruturado, funcionando como unidade autónoma no respectivo mercado», explica. Não obstante, complementa que, ao mesmo tempo, as empresas das diferentes áreas cooperam umas com as outras sempre que possível.

Um por todos

«A ideia básica subjacente a este conceito é que cada desenvolvimento positivo no seio das várias áreas de negócio consolida o Grupo Pestana no seu todo».
Dionísio Pestana sublinha que esta estrutura organizacional permite que o Grupo Pestana SGPS, como empresa holding financeira estratégica, controle e coordene as empresas operacionais que integram o grupo a nível central, bom como assegure a continuidade empresarial global. A autonomia empresarial e o know-how específico de cada empresa sobre o mercado são reforçados no seio das áreas de negócio.

Sem comentários